domingo, 20 de junho de 2010


Descobri que te quero no momento em que a tristeza bateu forte e me deixou sem saída. Descobri que te quero na ausência de tudo que não tivemos, e de tudo que não realizamos. Descobri que te quero, nas tantas coisas que eu queria dizer, mas que você não estava presente para ouvir. Descobri que te quero, nas angústias da sua ausência, nos longos silêncios do telefone, nos ciúmes incontidos, nas frases disfarçadas pelo riso. E assim, descobri que te quero acima de qualquer coisa. Acima do certo e do errado, da coerência ou não. Te quero, apenas, e isso é tudo!

1 comentários:

Curiosa disse...

Querida Raio de Sol,
que lindas reflexões ...
muitas vezes acontece assim, quando perdemos é que percebemos o valor das coisas ou das pessoas ...

Vi que vc me tem meu link entre teus blogs preferidos ... Que privilégio o meu, grata !!! Eu coloquei o teu entre os meus ...

Não sei se vc sabe que meu antigo blog foi 'removido' arbitrariamente pela google ... então! tive que mudar de endereço, recomeçar do zero ....

eu o faço pq não consigo ficar sem escrever, pq escrever me alivia a alma ... Mas lamento pq perdi contatos com amigos/seguidores - quase 600 - e perdi muitos escritos que eu tinha somente lá postados....

Bem ai está meu link atualizado...

beijos ..

teu blog continua lindo ..

http://asintimidadesdacuriosa.blogspot.com/