segunda-feira, 29 de junho de 2009



Fecho os olhos e fico a fantasiar...
Minhas mãos a deslizarem sobre ti
Aos poucos, teu corpo descobrir
Sentir, admirar, tocar...
Um beijo nos olhos, um afago no nariz
Na retina começam a brotar imagens loucas
Daí vem o desejo de te desnudar, beijar tua boca
Gritar para quem quiser ouvir: sou feliz!
Minhas mãos em teu corpo seguem o passeio
Descem e tocam suavemente os teus seios
O prazer, começo então a vislumbrar
Já quase em êxtase, transpirando carinho e ternura
Meus olhos se abrem e desperto dessa doce loucura
De te imaginar, te desejar e não poder te amar...



2 comentários:

Poeta almaquio disse...

Gostei de visitar este espaço e vislumbrar a poesia emanada dessa alma triste. Voltarei. Bjs.

meus instantes e momentos disse...

lindo blog, belissimo post, gostei daqui.
Maurizio